Related searches

Fundo Danone Ecosystem

Fundo Danone Ecosystem

O Fundo Danone Ecosystem (Danone Ecosystem Fund) foi criado em 2009, quando a crise financeira e o aumento do desemprego começavam a impactar seriamente as sociedades em todo o mundo. Naquela época, o nosso CEO Franck Riboud anunciou que as empresas deveriam aproveitar o momento para reavaliar seu modo de operação em toda a cadeia de valor. Ele sugeriu que se criassem parcerias dentro dos 'ecossistemas' locais. "É do interesse de toda empresa cuidar bem do seu ambiente econômico e social, ou seja, seus fornecedores, empregados e clientes e o ambiente onde ela atua. Isso é o que eu chamo de seu ecossistema", disse ele.

O Fundo Danone Ecosystem, com valor estimado em 100 milhões de euros, foi criado naquele momento, com o intuito de apoiar iniciativas de longo prazo, lideradas pelos ecossistemas locais, que pudessem impactar positivamente as áreas sociais, ambientais e comerciais. Até o momento, este fundo já impulsionou a criação de 63 projetos em 28 países.

> SAIBA MAIS

"É do interesse da sociedade cuidar bem de seu ambiente econômico e social, ou seja, de seu ecossistema," Franck Riboud

NOSSO IMPACTO

3 milhões

DE BENEFICIÁRIOS NO MUNDO

32 mil

PESSOAS EMPODERADAS NO MUNDO

16.240

MULHERES EMPODERADAS NO MUNDO

Para garantir que os projetos sejam socialmente e financeiramente sustentáveis, todos eles são iniciados e cocriados por unidades de negócios da Danone, em parceria com ONGs e comunidades locais, abrangendo condições de oferta e demanda e buscando melhorá-las, por meio de:

  • Iniciativas que focam em questões sociais e ambientais que exercem impacto sobre a forma como as matérias-primas são fornecidas, como sistemas de reciclagem são organizados ou como as bacias hidrográficas são protegidas, sendo portanto, fundamentais para alavancar a produção.

  • Projetos que focam na melhoria dos canais de distribuição e serviços de assistência, oferecendo alimentação e informação sobre nutrição adaptada em todas as idades, para as populações vulneráveis.

Todos os programas são desenvolvidos com o objetivo de gerar crescimento econômico. O Fundo apoia especificamente a capacitação profissional dos "pequenos" atores locais, com postos de trabalho criados ou fortalecidos para os pequenos agricultores, micro-distribuidores, cuidadores e catadores. O resultado, para estes pequenos players da economia local, é o aumento da receita, bem como melhorias em suas condições de trabalho e, consequentemente, melhor qualidade de vida para suas famílias. Desta forma, o Fundo Ecossistemas Danone contribui para o desenvolvimento de uma economia inclusiva, conciliando o desenvolvimento de longo prazo de uma empresa internacional com o de pequenos players da economia local, que juntos criam um "ecossistema reforçado".

Novo Ciclo

O projeto busca o desenvolvimento de catadores de materiais recicláveis e a profissionalização do trabalho das cooperativas. Uma parceria entre Danone, INSEA e o Movimento Nacional dos Catadores (MNCR), o projeto Novo Ciclo atua em 3 pilares principais: 1.Implementação de Programas de Coleta Seletiva nos municípios; 2. Fortalecimento das Cooperativas; 3. Formação de uma rede de Cooperativas para a venda conjunta de materiais recicláveis e acesso à indústria de transformação.

O projeto começou em 2012, em 23 cidades do Sul de MG e hoje está se expandindo para 60 cidades, 70 cooperativas e a inclusão de mais duas redes, sendo que, até o final de 2015, eram 827 catadores no projeto. Houve um aumento de renda média dos catadores em 2,5 vezes, de R$ 450 para R$ 1136,00. Houve também um aumento do % de Coleta Seletiva de 5% para 26% nos municípios. Com isso, a Danone encerrou 2015 com o resultado histórico de 40% de recuperação do volume de embalagens colocadas no mercado. Para 2016, devemos superar os 59% até dezembro.

Um dos objetivos do projeto é, ao conectar as redes de cooperativas á indústria de transformação, conseguir inserir novamente o material à cadeia de Danone, utilizando embalagens recicladas de r-PET e papelão, por exemplo. Além disso, foi estabelecida uma parceria com a Iniciativa Regional de Reciclagem (Brasil México e Argentina) trazendo soluções para algumas cadeias de reciclagem como PET e PS. A iniciativa trabalha com o conceito de economia circular, ou seja, em criar uma cadeia que gere valor para todos, principalmente para o catador.

SHARE

Novo Ciclo Danone

Confira o vídeo sobre o Projeto Novo Ciclo

Kiteiras

O KITEIRAS é uma iniciativa da Danone Brasil em parceria com as ONGs Aliança Empreendedora e Visão Mundial, que inova ao reforçar o cunho social do tradicional modelo de negócios de venda direta, com foco no desenvolvimento do empreendedorismo e empoderamento feminino. Com início em 2011 em Salvador, o projeto já se expandiu para São Paulo, ABC, Baixada Santista; e cidades como Sorocaba, Itapecerica da Serra e Osasco.

Ao todo, entre Salvador e São Paulo, são 1500 mulheres participantes. Além de levar maior renda a essas mulheres por meio do trabalho de vendas nas comunidades em que estão inseridas, as participantes recebem capacitação para se tornarem microempreendedoras em temas como empreendedorismo, gestão financeira, cooperação, trabalho em equipe, e vendas.

A iniciativa conta com o financiamento do Fundo Ecosysteme, um dos fundos mantidos pela Danone globalmente, e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que aprovou em 2015 recursos financeiros para a expansão para outros municípios.

Quer se tornar uma kiteira? Clique aqui e se cadastre

Cuidar é Viver

O Projeto “Cuidar é Viver” oferece cursos para cuidadores de idosos, profissionais cada vez mais necessários no Brasil, um país em que a população envelhece rapidamente. Esta iniciativa é o resultado da parceria da Danone Nutrição Especializada com a ONG Observatório da Longevidade Humana e Envelhecimento (OLHE). O projeto também se preocupa com o reconhecimento e a importância da ocupação cuidador de idoso no Brasil enquanto profissional.

Com o apoio do Fundo Ecosystem, o “Cuidar é Viver” formou mais de 800 cuidadores, melhorando suas rendas e credibilidade no mercado. O curso tem duração de 112 horas, ou seja, cerca de três meses, e os alunos tem aulas teóricas e práticas com professores mestres e doutores e/ ou especialistas em gerontologia. Os discentes também aprendem a cuidar de si e de sua autoestima, o que os prepara para lidarem com o estresse que o dia a dia da profissão de cuidador gera.

Mandacaru

O Projeto Mandacaru oferece suporte para produção leiteira e o desenvolvimento socioeconômico da comunidade do assentamento do Mandacaru, no Ceará.

São em torno de 800 pessoas envolvidas no projeto, que possui os seguintes pilares principais:

  1. Qualificação do processo produtivo;
  2. Fortalecimento das Associações;
  3. Engajamento comunitário, com foco em grupos de jovens e mulheres;

O Projeto é parte do Fundo Ecosysteme, fundo do Grupo Danone que apoia projetos que gerem valor para o negócio e para a sociedade, e estimulem a geração de emprego e renda, desenvolvimento de habilidades e empreendedorismo.

NOSSOS PROJETOS PELO MUNDO

A cocriação é a função principal na abordagem do Fundo Ecosystem. Buscando a melhor maneira de fortalecer a economia local, nós unimos forças com parceiros que contam com experiência e conhecimento local de questões sociais específicas que serão levantadas através do Fundo. Todos os dias, 45 subsidiários locais, de gerentes gerais a gerentes de projetos, e mais de 51 ONGs parceiras trabalham juntos em busca de soluções para desafios sociais, ambientais e econômicos. Para avaliar e garantir o impacto positivo dos nossos projetos nas áreas sociais e ambientais, conduzimos estudos de medição em conjunto com parceiros acadêmicos (HEC, William Instituto Davidson, ESSEC ...). Além disso, buscamos o financiamento conjunto para encontrar soluções que criem uma sociedade mais inclusiva.

SHARE

FUNDO DANONE ECOSYSTEM

RETROSPECTIVA DOS ÚLTIMOS 5 ANOS DO COMPROMISSO DANONE ECOSYSTEM

CONHEÇA ALGUNS DOS NOSSOS PROJETOS