Dia Mundial da Alimentação: Danone fornece alimentos enquanto gera benefícios sociais e ambientais na cadeia de valor

Companhia investe em programas de incentivo para pequenos empresários com objetivo de oferecer produtos responsáveis, que aliam progresso social, ambiental e econômico na sua cadeia de valor

 

São Paulo, outubro de 2021 – Neste sábado (16), é celebrado o Dia Mundial da Alimentação, data que conscientiza sobre a necessidade de transformar os sistemas agroalimentares para que sejam mais eficientes, inclusivos e sustentáveis. A Danone, primeira grande indústria alimentícia do Brasil a obter a certificação de Empresa B, lembra os desafios da produção sustentável.

O leite, uma das principais matérias-primas da companhia – diariamente são adquiridos aproximadamente 900 mil litros. Levá-lo com qualidade até a gôndola do mercado ao consumidor exige uma cadeia de valor que alie produtividade e sustentabilidade.

Cerca de 70% dos fornecedores de leite da companhia no País são pequenos produtores. A empresa oferece aos pecuaristas capacitação técnica e intermédio na compra de insumos para melhorar a qualidade do leite, a eficiência e a sustentabilidade da produção. Isso ajuda a fomentar o desenvolvimento econômico de forma que traga benefícios sociais e ambientais, uma vez que estes produtores seguem regras para a promoção de bem-estar animal e redução das emissões de gases do efeito estufa.

 “Todo mundo ganha com essas iniciativas. A Danone por investir em seus parceiros, os pequenos produtores por receberem capacitação e incentivos e o consumidor em receber um produto de qualidade”, comenta Cibele Zanotta, diretora de Assuntos Corporativos da companhia no Brasil. 

Há quase 20 anos a companhia investe em ações de suporte aos produtores por meio do programa Danleite. A iniciativa atua na eficiência na produção e na qualidade do leite, oferece incentivos para a profissionalização no campo, capacitação para que os produtores tenham maior rentabilidade e melhor gestão das finanças. “Também fomos pioneiros em ter o fornecimento de leite formalizado em contrato com os pequenos produtores, o que é uma transformação extremamente complexa e positiva, uma vez que o setor é marcado pela informalidade”, explica Zanotta.

Além do leite e seus derivados, a Danone investe em estudos, pesquisas e parcerias para se aprofundar em cada etapa da jornada de vida do consumidor e identificar como as escolhas alimentares em cada fase da vida podem contribuir para uma saúde melhor. Há necessidade de agir de forma cada vez mais intencional, pois a população brasileira está envelhecendo – e rápido, gerando cada vez mais custos de saúde ao país.

 

 Atualmente, mais de 37 milhões de brasileiros têm 60 anos ou mais, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Em 2060, pessoas com mais de 65 anos serão mais de um quarto da população do País, segundo projeção do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De um lado, a oportunidade de viver várias vidas em uma: nova carreira, formatos de família, descobertas e aprendizados. Do outro, a necessidade de viver bem, com saúde e disposição, esses anos a mais.

Pensando nisso, a Danone se compromete em apoiar o cuidado, a prevenção com a saúde para ter um país muito produtivo com pessoas ativas até 120 anos no futuro, ao ponto de chegarem nesse marco com autonomia e produtividade. Para isso, é necessário olhar para a longevidade e entender que cada indivíduo vai vivenciar isso de uma forma única, e a nutrição é uma parte importantíssima disso.

Assim, levar produtos à mesa do consumidor com responsabilidade está em linha com o que é ser uma Empresa B. “As Empresas B promovem culturas empresariais abertas e colaborativas, pois sabem que gerar impactos maiores exige colaboração para alcançar, monitorar e medir o progresso de forma eficaz permanente”, finaliza a executiva.

 

Sobre a Danone 

A Danone é uma empresa multinacional líder em alimentos e bebidas, com base em categorias voltadas para a saúde e de rápido crescimento em três unidades de negócios: Produtos Lácteos e à Base Vegetal, Águas e Nutrição Especializada. Com sua visão ‘One Planet. One Health’, a qual considera que a saúde das pessoas e do planeta estão interconectadas, a Danone tem como objetivo inspirar práticas de comer e beber mais saudáveis e sustentáveis. Para acelerar essa revolução alimentar e criar um valor superior, sustentável e lucrativo para todos os seus stakeholders, a Danone definiu nove Objetivos para o 2030 e abriu o caminho como a 1ª empresa com ações listadas na bolsa de valores (Euronext Paris) a adotar o status de “Empresa orientada à Missão“. Com o objetivo de levar a saúde por meio da alimentação para o maior número de pessoas possível, e os correspondentes objetivos sociais e ambientais estabelecidos em seus estatutos, a Danone compromete-se a operar de maneira eficiente, responsável e inclusiva, de acordo com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas. Em 2021, a subsidiária Danone Brasil se tornou a primeira grande indústria alimentícia a obter a certificação de Empresa B no país. Com a conquista da certificação aqui no Brasil, o Grupo Danone, que tem mais de 100.000 funcionários e produtos vendidos em mais de 120 mercados, agora possui metade do seu faturamento global proveniente de negócios com a certificação B Corp. O objetivo é que as 130 subsidiárias conquistem a certificação B até 2030. A Danone é parte dos principais índices de sustentabilidade, incluindo os administrados pela Vigeo Eiris e Sustainalytics, bem como o Índice de Sustentabilidade Ethibel, o MSCI ESG Indexes, FTSE4Good Index Series, Bloomberg Gender Equality Index e Access to Nutrition Index. No Brasil o portfólio é composto por marcas de sucesso como Activia, Danoninho, Danone, Bonafont, Souvenaid, Milnutri, FortiFit e Nutridrink, entre outras. Saiba mais em: https://corporate.danone.com.br/

 

Informações para imprensa Danone:

Thais Barbosa

thais.barbosa@mslgroup.com

 

Larissa Ribeiro

larissa.ribeiro@mslgroup.com